Rafting no Rio do Peixe

Rafting em São Paulo

on julho 17 | in Dicas de Viagens | by | with No Comments

Que tal aproveitar o tempo livre para relaxar, juntar a família e amigos, curtir a natureza, praticar esportes e ainda se divertir? Uma ótima pedida é praticar o rafting que consiste na descida de corredeiras de rios por um bote inflável “guiado” pelos praticantes através de remos.
Normalmente, o bote leva cerca de 6 pessoas e monitores especializados, todos com equipamentos de segurança.
Antes de iniciar a descida, é feito um treinamento ensinando os comandos e movimentos básicos.
Há 6 níveis de dificuldade que variam de acordo com a quantidade de pedras, intensidade das ondas e corredeiras. Perto de São Paulo há vários lugares para se praticar rafting, sem necessidade de experiência prévia. Listamos abaixo as 5 melhores opções:

5. Juquitiba – rio Juquiá

Rio Juquiá

Rio Juquiá

Localizada a apenas 70 km da capital paulista, Juquitiba é rica em recursos hídricos e possui a maior área de preservação da Mata Atlântica da região metropolitana de São Paulo. Com uma boa infraestrutura em hospedagem, é ideal para dar uma escapadinha do tumulto da cidade grande sem ter de ir muito longe e ainda aproveitar os esportes de aventura.

4. Cerquilho – rio Sorocaba

Cerquilho, a "cidade das rosas"

Cerquilho, a “cidade das rosas”


Localizada na região Centro-Leste do estado de São Paulo, a cidade de apenas 65 anos é acolhedora e muito bonita. Possui 100% de sua água tratada e é conhecida como “cidade das rosas” por ter em seus canteiros e jardins diversas roseiras – tradição iniciada por um antigo morador e que é mantida até hoje. No rio Sorocaba, há uma ponte que divide o percurso em dois níveis: acima da ponte o percurso exige maior precisão e experiência dos praticantes e abaixo da ponte os menos experientes podem se arriscar com tranquilidade.

3. Sao Luís do Paraitinga – rio Paraibuna

São Luís do Paraitinga

São Luís do Paraitinga

São Luís do Paraitinga: a natureza aliada à história

São Luís do Paraitinga: a natureza aliada à história


Cidade famosa pelo tradicional carnaval, com marchinhas originais e desfiles pelas ruas de paisagem colonial, Sao Luís do Paraitinga também é dona de uma natureza deslumbrante. Localizada na serra do mar, entre Ubatuba e Taubaté, é uma ótima pedida para fazer trekking, e figura em nosso quarto lugar para se praticar rafting em São Paulo.

2. Socorro – Rio do Peixe

Socorro: estância hidromineral

Socorro: estância hidromineral

Rafting no Rio do Peixe

Rafting no Rio do Peixe

A cidade é uma das integrantes do chamado Circuito das Águas Paulista, reconhecida por suas águas minerais com propriedades medicinais. Também faz parte do circuito das malhas, com cerca de 400 malharias. É considerada uma das melhores cidades para se praticar atividades de aventura, como o bóia-cross, tirolesa, rapel e, claro, rafting.
Com tantas qualidades, Socorro não poderia deixar de vigorar em nossa lista, não é mesmo?

1. Brotas – rio Jacaré Pepira

Rafting em Brotas

Rafting em Brotas

Piscina natural formada em nascente recoberta por areia de quartzo que "canta"

Piscina natural em nascente recoberta por areia que “canta”

Cenário de belas cachoeiras, como as famosas Astor, Cassorova e também da impressionante “areia que canta” (nascente de água recoberta por areia de quartzo), Brotas é, certamente, o destino mais procurado pelos turistas para a prática do rafting. Ao longo do rio Jacaré Pepira é comum ver grupos praticando os mais diversos tipos de atividades de aventura. Há, na cidade, inúmeras agências especializadas nessas atividades.
Destacamos o rafting da lua cheia, onde os praticantes descem as corredeiras à noite, embalados pelo luar.

E você, já fez rafting em algum desses lugares? Conhece outros para indicar? Deixe sua opinião nos comentários.

Related posts:

Turismo de Fé
Veneza - a cidade dos apaixonados
Vila de Paranapiacaba
Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

« »

Scroll to top